5 lugares com preços acessíveis para comer comida regional em Natal

Por Tahiane Macêdo

Quem visita uma nova cidade tem sempre fome de cultura local, não é mesmo? Pensando nisso preparamos uma listinha com 5 lugares, com opções para todos os bolsos e com iguarias tradicionais do Rio Grande do Norte para você se deliciar quando estiver na Cidade do Sol. Vale a pena conhecer cada cantinho, pois cada um guarda suas próprias singularidades. Nesse post você encontra as raízes da culinária local, e o melhor, nós não nos restringimos apenas ao circuito dos restaurantes. Separamos 5 lugares onde você pode, em bom nordestinês, encher o buxo! Bom apetite!

1- Você que ama a tradição de frequentar feiras livres vai se apaixonar pela feira do Alecrim, a mais tradicional da cidade. Fundada em 1920 a feira é referência na comercialização de hortifrutigranjeiros na cidade do Natal e acontece todos os sábados, das 6h às 15h, no cruzamento das avenidas Coronel Estevão e Presidente Quaresma. Lá você encontra de frutas e verduras até ervas medicinais, artigos de couro e pratos tradicionais nordestinos como panelada e buchada.

Feira do Alecrim tem muita variedade.

Feira do Alecrim tem muita variedade.

2 – O Canto do Mangue é uma central de venda de peixes e frutos do mar, onde tudo é administrado pelos próprios pescadores. Por ficar à beira do Rio Potengi, termina sendo uma atração exótica, até certo ponto bucólica e, sobretudo inusitada, diante dos programas geralmente oferecidos ao turista. O visitante pode aproveitar o passeio ao Canto do Mangue para degustar tradicionais iguarias genuinamente potiguares in loco, além de desfrutar do belíssimo por do sol do rio Potengi.

Vista do Canto do Mangue (Foto: Paulo Tarso Nunes)

Vista do Canto do Mangue (Foto: Paulo Tarso Nunes)

3 – Com estrutura rústica e bastante simples, o Mercado Público da Redinha vale a visita para degustar uma das mais famosas iguarias natalenses, que surgiu justamente lá, a ginga com tapioca. Como fica próximo da praia, depois você ainda pode descer e tomar uma cervejinha (os preços na redinha são bem mais acessíveis que em Ponta Negra) num dos quiosques da praia.

Mercado da Redinha, onde surgiu a ginga com tapioca (Foto: Jadson Carvalho)

Mercado da Redinha, onde surgiu a ginga com tapioca (Foto: Jadson Carvalho)

4 – O restaurante Farofa d’Água fica na Av. Engenheiro Roberto Freire, em Ponta Negra e é uma opção deliciosa para quem quer degustar uma ótima gastronomia regional potiguar com preços mais acessíveis que os seus concorrentes famosos, Mangai e Camarões. Muito bem recomendado pelos turistas no site de viagens Trip Advisor, que destacam o ótimo serviço dos garçons e também o sabor, quantidade e preço.

Famoso camarão no abacaxi, servido no restaurante Farofa d'Água.

Famoso camarão no abacaxi, servido no restaurante Farofa d’Água.

5 – Na Toca do Caranguejo(o nome já diz tudo), este prato muito apreciado pelos potiguares é preparado de diversas formas: pode ser simples, na água e no sal, ou cozido em algum tipo de molho. A melhor pedida do cardápio é o caranguejo cozido em molho à base de tomate, leite de coco e coentro.

Na Toca do Caranguejo você tem várias opções de preparo desta delícia.

Na Toca do Caranguejo você tem várias opções de preparo desta delícia.

Anúncios

Um pensamento sobre “5 lugares com preços acessíveis para comer comida regional em Natal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s