Movimento Maio Amarelo pede atenção pela vida no trânsito em Natal

Uma série de ações integradas entre órgãos, instituições e organizações não governamentais marcará a agenda do movimento Maio Amarelo na cidade. A iniciativa será coordenada pela Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana. O lançamento oficial será na segunda-feira (4), na Faculdade Maurício de Nassau, unidade da Av. Engenheiro Roberto Freire, às 17 horas.

Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes no trânsito e que tem como objetivo colocar em pauta, para sociedade, o tema trânsito e estimular a participação da população, empresas, governo, entidades e associações em ações voltadas para segurança no trânsito. Maio marca também a Semana Mundial de Segurança ao Pedestre e o amarelo foca a atenção a sinalização de advertência do trânsito.

A programação oficial está sendo definida e deverá ser anunciada nos próximos dias. Mas, entre as ações, já estão previstas palestras, apresentações teatrais, mesas redondas, passeios ciclísticos. Tudo com o objetivo de reduzir o número de mortos e feridos no trânsito.
“Um mês inteiro de ações voltadas para conscientização sobre segurança e a cultura de paz no trânsito. Maio Amarelo é um convite à reflexão do nosso comportamento no trânsito. Vamos, portanto, fazer do trânsito um lugar seguro para todos: pedestres, ciclistas, motociclistas, passageiros e motoristas”, destaca a secretária da STTU, Elequicina Maria dos Santos.

Prefeitura atende mais de 58 mil pessoas durante a 39ª Edição do Justiça na Praça

Foto: Marco Polo

Mais de 58 mil pessoas passaram pelo Justiça na Praça no sábado (25), projeto do Tribunal de Justiça do RN, que contou com parceria da Prefeitura do Natal oferecendo uma série de serviços nas áreas de esporte e lazer, saúde, educação, mobilidade urbana, defesa do consumidor, trabalho e assistência social, serviços urbanos e defesa da mulher, limpeza, palestras educativas, cultura e arte, habitação e tributação e limpeza urbana.

O prefeito Carlos Eduardo destacou a importância da parceria firmada com o TJRN, ainda em 2007, quando a Prefeitura do Natal passou a apoiar o Justiça na Praça para potencializar os importantes serviços postos à disposição da população de Natal. “O nosso compromisso é estar presente nesse tipo de ação porque entendemos que é desta forma que podemos melhorar a vida das pessoas e o grau de cidadania da nossa cidade do Natal”, disse o chefe do Executivo municipal.

A Secretaria de Saúde atendeu 2.374 pessoas durante o evento. Para se ter uma ideia, foram realizados 63 testes Índice de Massa Corporal (IMC), 191 teste de Glicemia Capilar, 75 testes rápido de HIV, 50 de sífilis, confecção de 75 cartões do SUS. Além disso, 192 pessoas verificaram a pressão arterial e 1.728 preservativos masculinos e femininos foram distribuídos.

A estrutura da Semtas contou com uma sala de atendimento no primeiro andar do prédio da Estácio, e com um espaço no pavilhão do estacionamento da faculdade, onde 16 profissionais, entre assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas e técnicos de referência receberam mais de 200 cidadãos durante os dois turnos da ação. Também foi realizada a inclusão e a atualização no Sistema de Cadastro Único, palestras, oficinas e esclarecimentos sobre os serviços, programas e projetos desenvolvidos pela secretaria.
O Justiça na Praça foi mais uma oportunidade de promover a cidadania e conseguir captar pessoas que normalmente não tem tempo para procurar os serviços do Procon. A Unidade Móvel do Procon atendeu mais de 50 pessoas prestando esclarecimentos e orientações, além de atividades de educação para o consumo e uso consciente do crédito.

O estande da Secretaria de Educação contou com atividades de roda de leitura, exposição de cordel, pintura, modelagem, dobraduras, pescaria, jogos pedagógicos, apresentações culturais e exposição de vídeos dos programas e projetos. A programação foi totalmente voltada para as crianças, mas isso não impediu que os pais envolvessem nas atividades educativas e recreativas
A STTU, além das ações educativas e apresentações teatrais, disponibilizou uma equipe para atender a população que precisava dar entrada em recursos contra infrações de trânsitos e fazer cartões de estacionamento para idosos. Segundo a STTU, foram realizados cerca de 20 cartão de estacionamento.

A Semurb promoveu palestra sobre Licenciamento e Fiscalização Ambiental, além de atividades de educação ambiental.
A Urbana fez a distribuição de material gráfico educativo com noções sobre o descarte correto de resíduos e fornecerá orientação à população sobre os serviços oferecidos pela companhia e palestra. Equipes de garis ficaram à disposição do evento, realizando serviços de limpeza e conservação da área.

A Secretaria Municipal de Políticas Públicas para a Mulher disponibilizou a equipe do Centro de Referência da Mulher Elizabeth Nasser para prestar informações sobre o trabalho realizado junto ao público feminino em situação de violência doméstica e fazer encaminhamentos dos casos que venham a surgir no local.
A parte cultural do Justiça na Praça ficou a cargo da Secult com apresentações do tradicional Boi de Reis de Manoel Marinho, entre outras, e oficinas de artes.

Fonte: Assecom

Comitiva alemã conhece o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte

Foto_Marco Polo (106)

Foto: Marco Polo

O prefeito Carlos Eduardo Alves recebeu nessa quinta-feira (23), no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, uma comitiva de empresários e autoridades alemãs do estado da Renânia Palatinado. Eles tiveram a oportunidade de conhecer a torre de 45 metros de altura, que abriga o memorial da cidade e  mirante.

Os alemães vieram à Natal a convite da Fecomércio, em parceria com a Prefeitura do Natal, para participar de workshops, rodadas de negócios. A comitiva é composta por cerca de 40 pessoas. A visita se insere em um conjunto de ações e parcerias que o Sistema Fecomércio vem costurando com o estado alemão há alguns anos.

“Natal se sente especial em poder receber pessoas do governo e empresários da Alemanha que vieram até aqui, muito provavelmente, para estabelecer parcerias econômicas. Quem sabe esse não é o início de boas parcerias econômicas para a nossa cidade. Vamos esperar que sim”, destacou o prefeito Carlos Eduardo.

Foto_Marco Polo (47)

Foto: Marco Polo

Ainda no Parque da Cidade, os alemães assistiram a apresentação do Projeto AMANA, desenvolvido pelo Grupamento Ambiental do município. As cerca de 60 crianças que fazem parte do projeto cantaram várias músicas, entre elas, a Asa Branca, do Nordestino Luiz Gonzaga. A comitiva conheceu ainda os serviços de cinco unidades móveis do Sesc e Senac – OdontoSesc, Sesc Saúde da Mulher, BiblioSesc, Turismo e Hotelaria e Saúde e Beleza –, que ficaram estacionadas no Parque.

Após a visita ao Parque, a comitiva e o prefeito Carlos Eduardo foram para o Olimpo Recepções, onde foi oferecido um jantar de confraternização com entidades parceiras e políticos locais. Na ocasião, o chefe do Executivo municipal ressaltou mais uma vez o desejo de que boas parcerias econômicas sejam realizadas entre a Alemanha e Natal.

“Os alemães são exemplos para o mundo inteiro. Eles conseguiram se soerguer diante de muitas dificuldades e hoje a Alemanha é um país de primeiro mundo. Vocês são um exemplo para nós que temos um empresariado forte que trabalha pesado para levar o melhor a nossa cidade”, disse o prefeito durante o jantar de confraternização.

A ministra da Economia da Renânia Platinada, Eveline Lenke, agradeceu a receptividade Potiguar. “É muito bom estar aqui em Natal e, principalmente, discutir sobre bons projetos e novas possibilidades de parceria para a economia de Natal”, disse a ministra.

Foto_Marco Polo (57)

Foto: Marco Polo

Fonte: Assecom

Ministro do Turismo destaca belezas naturais do RN durante maior feira do segmento na America Latina

henrique alves

O ministro do Turismo, Henrique Alves, participou pela primeira vez da reunião do Fórum dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo durante a 3º Word Travel Market Latin America, em São Paulo, na última quarta-feira(22). Os representantes dos governos estaduais deram a boas-vindas ao ministro e apresentaram as suas principais demandas.

O ministro agradeceu as boas-vindas e reconheceu o trabalho realizado pela gestão anterior, do ex-ministro Vincius Lages. “Quero deixar registrado um elogio público pelo esforço, competência e profissionalismo com que ele administrou o Turismo” afirmou. Alves pediu licença para os outros estados para elogiar as belezas naturais do Rio Grande do Norte e a hospitalidade,do povo potiguar”

CMEI Maria Eunice Davim é inaugurado na na zona sul da cidade

Foto: Marco Polo

Foto: Marco Polo

Mais um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) foi entregue a população pela Prefeitura de Natal na tarde da última quarta-feira (22). Localizado no conjunto Pirangi, zona sul da cidade, o CMEI Maria Eunice Davim teve seu prédio totalmente reformado e ampliado, aumentando a capacidade de atendimento de 77 para 134 alunos. Foram investidos na obra R$ 605.445,98 do orçamento próprio do Município do Natal.

O prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves, ressaltou que apesar da crise que vem atingindo todo país, a Prefeitura vem lutando incansavelmente para entregar todas as obras como os CMEIs, que são de extrema importância para a população. “Não meço esforços para entregar a população de Natal obras como o CMEI de Pirangi. Investimos em materiais de alta qualidade e em estruturas totalmente novas para dar a essas crianças a oportunidade de ter um ensino de qualidade em suas vidas. Mesmo com a dificuldade que o país esta vivendo, não estamos deixando de honrar nossos compromissos junto à população”.

O chefe do executivo municipal ainda ressaltou que a Prefeitura de Natal vai entregar mais cinco novos CMEIS até o mês de Julho. “Até o meio do ano entregaremos mais cinco unidades a população carente de Natal e estamos com expectativa de construir mais 21 centros até o final de nossa gestão”, enfatizou.

Foto: Marco Polo

Foto: Marco Polo

Para a secretária municipal de educação Justina Iva, a entrega de mais um CMEI é a concretização de um grande passo para um ensino de qualidade nas comunidades carentes da cidade. “Cada vez que entregamos um novo CMEI, tenho certeza que centenas de crianças que antes não tinham a mínima estrutura para estudar agora terão não apenas estruturas novas, mas também professores qualificados e estimulados, melhorando ainda mais a qualidade do ensino”.

A estrutura física do novo CMEI conta com cinco salas de aula; uma sala multifuncional; sala dos professores com almoxarifado e salinha com prateleiras para apoio ao material pedagógico; coordenação; direção; depósito amplo; secretaria com arquivo e almoxarifado; dois banheiros acessíveis para adulto, ambos com sanitário, lavatório e área de banho; dois banheiros infantis, cada banheiro com cinco chuveiros, dois sanitários infantis, dois lavatórios, e sanitários, lavatórios e área de banho acessível; cozinha com despensa; depósito para material de limpeza; área de serviço; refeitório; espaço para horta; casa de lixo; casa de gás; guarita; parque infantil; fachada e oito vagas para estacionamento interno, sendo uma acessível.

O Centro de Educação Infantil atenderá as crianças na faixa etária dos dois aos cinco anos e onze meses, com turmas dos níveis I ao IV. A instituição contará com o trabalho de dez professores, nove estagiários, duas merendeiras, duas auxiliares de cozinha, três auxiliares de serviços gerais, dois assistentes de secretaria e quatro porteiros. Os níveis I e II vão funcionar em tempo integral das 07h às 16h e os níveis III e VI em tempo parcial, das 07h às 11h e das 12h às 16h.

Também participaram da solenidade de inauguração, os vereadores de Natal, Júlio Protásio, Hugo Manso e Julia Arruda, além de demais autoridades.

Foto: Marco Polo

Foto: Marco Polo

Concurso Escola de Leitores leva 38 docentes de 19 escolas públicas à Colômbia

Professores de escolas públicas de São Paulo, Rio de Janeiro e Natal terão a oportunidade de conhecer e vivenciar iniciativas inspiradoras de políticas públicas para o desenvolvimento de leitores, em Medellín e Bogotá, na Colômbia. O país se sobressai na América do Sul por seu sistema de bibliotecas. O intercâmbio Brasil-Colômbia do concurso Escola de Leitores, acontece de 26 de abril a 3 de maio, e é uma ação do programa Prazer em Ler, do Instituto C&A. A iniciativa faz parte da premiação das instituições de ensino que venceram a terceira edição do concurso, realizada no ano passado.

A novidade do intercâmbio deste ano é que ele começa com uma etapa preparatória na capital do Rio de Janeiro, incluindo a visita a bibliotecas referenciais no Brasil. O tour inclui a visita à legendária Biblioteca Nacional, bem como instalações contemporâneas, como a Biblioteca Parque de Manguinhos, erguida sob a influência da sabedoria colombiana de fazer bibliotecas.

A viagem internacional começa pela cidade de Medellín, berço das principais políticas de bibliotecas públicas da Colômbia, e segue por Bogotá, primeira metrópole latino-americana a receber da Unesco, em 2007, o título de Capital Mundial do Livro. O intercâmbio pretende inspirar e aliar a troca de experiências a enriquecimento cultural e oportunidade dos professores de construir relacionamento.

Os docentes vão conhecer a rede de bibliotecas colombianas, conhecidas como bibliotecas-parque, porque compartilham, nesses espaços: recursos, conhecimentos, esforços e experiências, para melhorar as necessidades educacionais e culturais das comunidades que atendem.

A programação da viagem inclui palestras, conversas com escritores e visitas a bibliotecas públicas, escolares e instituições culturais. Os professores participantes, dois de cada instituição vencedora, terão contato com especialistas em promoção da leitura, como o biblioteconomista Didier Álvarez, professor associado da Escuela Interamericana de Bibliotecología da Universidad de Antioquia, e a biblioteconomista Silvia Castrillón, profissional de referência em leitura literária. O intercâmbio ainda prevê o diálogo com escritores colombianos de literatura infantil e juvenil, como Yolanda Reyes, Pedro Badrán e Jaime Bultrago.

Além dos 38 professores, a comitiva conta com representantes do Instituto C&A e com um convidado de cada Secretaria Municipal de Educação das cidades participantes, mais um representante de cada organização formadora: Instituto de Desenvolvimento da Educação (IDE), de Natal; Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), do Rio de Janeiro; e Centro de Estudos A Cor da Letra, de São Paulo. As organizações foram convidadas pelo Instituto C&A para assessorar as escolas municipais na formação e no acompanhamento técnico de seus projetos.

Escola de Leitores
O intercâmbio Brasil-Colômbia é parte do concurso Escola de Leitores, que no ano passado selecionou instituições com projetos de incentivo à leitura e de promoção de novos leitores em Natal, Rio de Janeiro e São Paulo. Foram recebidas 207 inscrições nas três cidades, das quais 19 foram selecionadas. Cada escola vencedora recebeu R$ 15 mil para desenvolver o projeto, entre setembro de 2014 e dezembro de 2015, além do acompanhamento técnico de uma organização formadora com a intenção de potencializar as ações de promoção da leitura.

O processo seletivo do concurso foi conduzido por comissões de cada organização formadora e teve quatro etapas: triagem inicial, triagem qualitativa, avaliação técnica e visitas técnicas. Entre os critérios de seleção, estavam: convergência com a concepção do concurso; coerência no orçamento; abordagem dos quatro eixos do programa Prazer em Ler (espaço, acervo, mediação e gestão); e histórico de promoção da leitura na escola.

A primeira edição do concurso Escola de Leitores aconteceu entre 2009 e 2010, onde foram selecionados projetos de leitura de 22 escolas nas cidades de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Natal (RN) e Paraty (RJ). A segunda edição, entre 2011 e 2012, constou da implementação de 24 projetos em escolas de São Paulo, Rio de Janeiro, Natal e Porto Alegre (RS).

Prazer em Ler
O programa Prazer em Ler foi criado em 2006 e tem por objetivo contribuir para a efetivação do direito à leitura, por meio da formação de leitores, da formulação e do aperfeiçoamento de políticas públicas. Suas principais frentes de trabalho são o apoio ao desenvolvimento de polos de leitura, a promoção da leitura literária em escolas públicas, por meio do concurso Escola de Leitores, e o fomento a ações de disseminação da importância da leitura. O programa apoia o desenvolvimento de projetos de leitura em ONGs, escolas, bibliotecas e outros espaços institucionais. Também dissemina a importância da leitura na sociedade em geral e se articula com os diferentes agentes que atuam ou possam atuar na promoção da leitura.

Sobre o Instituto C&A
O Instituto C&A foi criado em 1991, com o objetivo de planejar, gerenciar e executar a política de investimento social da C&A. A instituição atua com foco na promoção da educação de crianças e adolescentes, por meio de alianças interinstitucionais e do apoio a organizações da sociedade civil. Em 2015, o Instituto C&A passou a representar a C&A Foundation no Brasil, organização social de origem privada, que possui iniciativas voltadas à melhoria das condições de vida de pessoas ligadas ao setor têxtil e à ajuda humanitária.

Com o respaldo da fundação, o Instituto C&A amplia suas atividades no País. Além dos já fortalecidos programas das áreas de Educação, Arte e Cultura; Desenvolvimento Institucional e Comunitário; e Mobilização Social, o Instituto C&A constitui uma frente de trabalho dedicada à melhoria das condições de vida de pessoas ligadas ao setor têxtil, com ênfase em produto (apoio ao desenvolvimento de matérias-primas mais sustentáveis), fornecimento (apoio à indústria de vestuário para reduzir o impacto ambiental de suas operações) e pessoas (melhoria das condições de vida daqueles que participam da cadeia de fornecimento de vestuário).

Desde a sua criação, o Instituto C&A já investiu mais de US$ 112 milhões, em 1,82 mil projetos sociais, em mais de cem cidades. Tais ações envolveram aproximadamente 1 milhão de pessoas, especialmente crianças, adolescentes e educadores

Fonte: Assecom

 Nova instalação do CMEI Maria Eunice Davim será inaugurado nesta quarta-feira

Mais um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) será inaugurado nesta quarta-feira (22), às 17 horas, pela Prefeitura do Natal por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME). Será a nova instalação do CMEI Maria Eunice Davim, que funcionará na Rua Sobrália, s/n – Conjunto Pirangi, zona sul de Natal. O prédio foi totalmente reformado e ampliado, aumentando a capacidade de atendimento de 77 para 134 alunos. Foram investidos na obra R$ 605.445,98 do orçamento próprio do Município do Natal.  

 De acordo com o diretor do Departamento de Engenharia e Arquitetura (DEA/SME), Seledon Dias, o CMEI funcionou em um prédio alugado e inadequado, que foi condenado pelo departamento e passou a funcionar no prédio do Território de Educação Cultura e Economia Solidária (TECESol). “A secretária de Educação, Justina Iva, batalhou e conseguiu a liberação para a unidade de ensino funcionar em um prédio do município que estava cedido à Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac). A partir daí o prédio passou por reforma e ampliação, e abrigará o CMEI Maria Eunice Davim”, explicou Seledon.

A estrutura física do novo CMEI conta com cinco salas de aula; uma sala multifuncional; sala dos professores com almoxarifado e salinha com prateleiras para apoio ao material pedagógico; coordenação; direção; depósito amplo; secretaria com arquivo e almoxarifado; dois banheiros acessíveis para adulto, ambos com sanitário, lavatório e área de banho; dois banheiros infantis, cada banheiro com cinco chuveiros, dois sanitários infantis, dois lavatórios, e sanitários, lavatórios e área de banho acessível; cozinha com despensa; depósito para material de limpeza; área de serviço; refeitório; espaço para horta; casa de lixo; casa de gás; guarita; parque infantil; fachada e oito vagas para estacionamento interno, sendo uma acessível.

O Centro de Educação Infantil atenderá as crianças na faixa etária dos dois aos cinco anos e onze meses, com turmas dos níveis I ao IV.  A instituição contará com o trabalho de dez professores, nove estagiários, duas merendeiras, duas auxiliares de cozinha, três auxiliares de serviços gerais, dois assistentes de secretaria e quatro porteiros. Os níveis I e II vão funcionar em tempo integral das 07h às 16h e os níveis III e VI em tempo parcial, das 07h às 11h e das 12h às 16h. 

 Fonte: @assecom